The White Ribbon

A Fita Branca

Eventos estranhos ocorrem em uma pequena aldeia no norte da Alemanha, em período imediatamente anterior à Primeira Guerra Mundial, e que parecem ser uma punição ritual. As crianças reprimidas daquela comunidade parecem estar no centro deste mistério.

The.White.Ribbon.2009.LiMiTED.DVDSCR.SUBBED.XViD-HLS Português-BR

THE WHITE RIBBON - 2009



ou



DAS WEISSE BAND



IMDB: http://www.imdb.com/title/tt1149362/

Nota 8,2/10





RELEASE: The.White.Ribbon.2009.LiMiTED.DVDSCR.SUBBED.XviD-HLS.avi, em 2 arquivos, com 1400M. Filme em preto e branco.

Como se pode ver, este release traz legendas em inglês como parte integrante do filme, isto é, "coladas", não podendo ser desativadas ou desligadas.

Fomos informados que este filme só será lançado em DVD no início do próximo ano, de forma que resolvemos fazer a tradução, disponibilizando a legenda para quem quiser assistir imediatamente ao filme, com elas sobrepostas às originais em inglês.

Estamos enviando dois tipos de legenda: a normal, com itálicos, em arquivo .srt, e amarelas, para melhor visualização, em arquivo .ssa, para quem souber configurar seu player.





SINOPSE: Eventos estranhos ocorrem em uma pequena aldeia no norte da Alemanha, em período imediatamente anterior à Primeira Guerra Mundial, e que parecem ser uma punição ritual. As crianças reprimidas daquela comunidade parecem estar no centro deste mistério. (Tradução do texto do IMDB).



Dirigido por Michael Haneke, ganhou os seguintes prêmios no Festival de Cannes de 2009:

- Palma de Ouro;

- Cinema Prize of the French National Education System;

- FIPRESCI Prize.



ALGUMAS CRÍTICAS ENCONTRADAS:

DAS WEISSE BAND/ THE WHITE RIBBON/ A FITA BRANCA, é o melhor filme do diretor austríaco Michael Haneke. Todo em brilhante preto e branco, com fotografia do grande Christian Berger, Haneke faz um filme sobre as origens latentes do terror, vasculhando a rígida ordem moral em uma aldeia no norte da Alemanha em 1913, véspera da Primeira Guerra Mundial. A severidade na educação das crianças volta-se contra a aldeia com atentados cruéis. A narrativa segue o ponto de vista de um professor, que especula os estranhos acontecimentos onde ninguém testemunha nada ou se arrisca a reagir. Haneke, sempre explorando a violência latente, remexe aqui diretamente no ninho e nos ovos da serpente do totalitarismo. As crianças, que ele mostra educadas com crueldade, serão os adultos que irão engrossar as fileiras do nazismo. O filme deveria ser obrigatório para todos os educadores. Na verdade, o cinema sem exceções. (Site Mostra org/blog)



Outros favoritos do festival de cinema francês, aliás, estão entre os selecionados desta edição do Festival do Rio. Entre eles está ?The white ribbon?, mais recente longa-metragem do diretor Michael Haneke (?Cache?), vencedor da Palma de Ouro deste ano em Cannes. Num registro infinitamente mais sóbrio e econômico que o escolhido para a abertura do festival carioca, o filme é inteiro contado em preto-e-branco, sem música e com um elenco praticamente desconhecido do público brasileiro. Seu pano de fundo, entretanto, não deixa de ser interessante: traça o retrato de um pequeno vilarejo no norte da Alemanha, cujos valores morais extremamente rígidos teriam fornecido as bases para a ascensão da ideologia nazista na virada do século XIX para o XX. Ainda sem previsão de estreia no Brasil, ?The white ribbon? ? o título refere-se a uma fita branca que o pai de uma família local obriga os filhos a usarem para se lembrarem da ?pureza? de seus valores ? passa apenas na segunda semana do Festival do Rio e é pedida obrigatória para os fãs do trabalho de Haneke e do bom cinema europeu. (site G1, globo.com)



The White Ribbon tem uma premissa que faz lembrar, imediatamente, A Vila, de M. Night Shyamalan. Uma cidade bucólica tem sua ordem atormentada por uma série de atos premeditados de violência, de autor desconhecido. A narração em off, de um professor da cidade ? que soa bem mais velho do que sua personagem em tela ? confere ao filme um tom de rememoração, como se aqueles incidentes fossem um momento de transformação para as vidas das pessoas daquela cidade. Não muito diferente do filme de Shyamalan, a violência é o marco de falência de uma estrutura comunitária. É isso que o filme de Michael Haneke tem como principal preocupação. A fita branca do título continuava sendo amarrada às crianças, para que elas sempre se lembrassem de um compromisso com a pureza. The White Ribbon é sobre o momento em que, apesar da fita continuar lá (a aparência), a pureza real se perde por completo. É um filme sobre a descoberta do mal. (Site RevistaCinética)

LOGUE-SE para fazer download de legendas!